Doenças do aparelho digestivo

Hepatite B


Alguns exames de sangue são necessários para avaliar a possibilidade de hepatite B.

 

O que é hepatite B?


Hepatite B é uma doença do fígado.

A hepatite é uma inflamação do fígado, causada pelo Vírus da Hepatite B.

Este vírus pode causar a forma aguda de hepatite, em que a inflamação hepática (que pode ser acentuada) dura algumas semanas, no máximo 6 meses, resolvendo sem necessidade de tratamento na maioria dos casos ou evoluir para a forma crônica, em que o vírus persiste no organismo podendo danificar lentamente o fígado e levando eventualmente à cirrose e suas consequências. 


Como o vírus é transmitido?


A hepatite B é transmitida por contato com sangue de uma pessoa infectada, sêmen ou outros fluidos corporais. É considerada uma doença sexualmente transmissível.

Você pode pegar hepatite B ao:

  • ter relações sexuais desprotegidas com uma pessoa portadora do vírus
  • compartilhando agulhas e seringas
  • fazer uma tatuagem ou um piercing com instrumentos não esterilizados, usados em outras pessoas
  • acidentar-se com uma agulha que contenha sangue infectado (pessoas que trabalham na área da saúde podem pegar hepatite B desta forma)
  • compartilhar uma escova de dentes ou barbeador com uma pessoa infectada
     

Você NÃO pega hepatite B ao:

  • cumprimentar uma pessoa infectada
  • abraçar uma pessoa infectada
  • estar próximo a uma pessoa infectada
     

Quais são os sintomas?
 


A hepatite B pode fazer você se sentir como se estivesse gripado.
Você pode:

  • Sentir-se cansado
  • Ter náuseas e vômitos
  • Ter febre
  • Não querer comer
  • Ter dor de estômago
  • Ter diarréia
     

Algumas pessoas apresentam:

  • Urina amarelo-escura
  • Fezes claras
  • Pele e olhos amarelados
     

Muitas pessoas não têm quaisquer sintomas (principalmente aquelas que são portadoras crônicas do vírus).
Se você tem sintomas, ou acha que poderia estar com hepatite B, vá ao médico. Exames de sangue poderão ser feitos para esclarecer a situação.

Quais os exames para hepatite B?


O médico fará alguns exames de sangue para avaliar a possibilidade de você ter hepatite B.
Estes exames irão dizer se você é portador do vírus e darão detalhes sobre a atividade da doença.

Alguns exames de sangue são necessários para avaliar a possibilidade de hepatite B.
Uma biópsia hepática pode ser necessária.

A biópsia é um exame simples. O médico obtém uma pequena amostra do seu fígado através de uma agulha. Esta amostra é examinada com o auxílio de um microscópio, buscando-se avaliar sinais de hepatite B e de dano hepático.


Alguns exames de sangue são necessários para avaliar a possibilidade de hepatite B.

Como é o tratamento?


A maioria dos casos de Hepatite B aguda resolve por si só, sem necessidade de tratamento antiviral específico.
Nos casos de persistência do vírus no organismo, uma avaliação cuidadosa será feita para definir a necessidade de tratamento.

Infelizmente, não dispomos de medicamentos capazes de eliminar o vírus B do organismo. O que existem são opções para controlar a multiplicação do vírus, reduzindo assim o dano ao fígado e melhorando o prognóstico.

Existem várias fases no relacionamento entre o vírus B e o organismo. Há fases em que, apesar de presente, o vírus não está causando problemas e fases em que há doença ativa que, se significativa e persistente, requer tratamento.

Muitas vezes, a diferenciação entre inatividade e atividade não é fácil e a decisão por tratar requer um período de observação. As opções disponíveis para tratamento são:

  • Uma droga chamada Interferon Peguilado: Ela é administrada por injeções semanais. A maioria das pessoas são tratadas por 48 semanas. A intenção é ajudar o próprio sistema imune do indivíduo a "ganhar a briga" com o vírus e manter a situação sob controle. Pode ter alguns efeitos colaterais e apresenta eficácia mediana, estando indicado em alguma situações com maior chance de resposta.
     
  • Drogas chamadas Tenofovir e Entecavir: São medicamentos tomados pela boca, altamente efetivos e bem tolerados. Neste caso, é o próprio medicamento que interfere na capacidade do vírus se multiplicar, sem intervenção do sistema de defesa. O tratamento é por tempo indeterminado, podendo ser suspenso em alguns casos de acordo com a evolução de alguns parâmetros laboratoriais relacionados ao vírus.


Como posso me proteger?
 

A infecção pelo vírus da Hepatite B é prevenível por vacinação. A vacina “ensina” seu sistema imune a atacar prontamente o vírus da hepatite B se ele aparecer por alguma via. É importante lembrar que esta vacina não é um tratamento, ou seja, ela não funciona para pessoas que já se infectaram e são portadoras do vírus.

A vacina da hepatite B é dada em três doses, aplicadas sob a forma de injeção. Todos os bebês devem receber a vacina. Os recém-natos recebem a primeira dose dentro de 12 horas do nascimento. A segunda dose é dada entre 1 e 2 meses e a terceira entre os 6 e os 18 meses de vida.

Crianças mais velhas e adultos podem ser vacinados, também. Eles recebem as 3 doses num período de 6 meses (0-1-6 meses). Crianças que ainda não foram vacinadas deveriam ser.

São necessárias todas as doses para estar protegido.


As vacinas lhe protegem contra a hepatite B.

Você pode proteger a você mesmo e aos outros das seguintes maneiras, também:

  • Usando preservativo nas relações sexuais
  • Não compartilhando agulhas e seringas
  • Usando luvas ao manusear sangue e derivados
  • Não usando barbeadores ou escovas dentais de pessoas infectadas, ou qualquer outra coisa que possa conter sangue
  • Se for fazer uma tatuagem ou um piercing, certificar-se de que os procedimentos estão sendo feitos com instrumentos estéreis
     

Pessoas que trabalham na área da Saúde devem usar luvas para se proteger da hepatite B.

Saiba mais sobre as indicações de vacinação do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde em http://www.aids.gov.br/pagina/vacina-hepatites

« Voltar